terça-feira, 21 de setembro de 2021

MOTIVO BANAL – Mulher mata marido por ele vender o ventilador dela!


 
Foto: Reprodução
Uma mulher de 26 anos matou o marido, de 61, a golpes, após uma briga por ele ter vendido o ventilador dela. O delito aconteceu na madrugada desta segunda-feira (20), na cidade de Três Pontas, no Sul de Minas Gerais (MG). De acordo com a Polícia Militar, a própria suspeita acionou a guarnição e primeiro contou uma versão de que a vítima tinha infartado e depois disse que ela tinha sido agredida por um homem de bicicleta.

Segundo o boletim de ocorrência, quando os militares chegaram à casa da mulher ela estava muito alterada e dizendo que o marido tinha infartado. Ela disse ainda que estava sem a chave do portão da casa. Os policiais arrombaram a residência e perceberam que havia sangue por toda casa. As roupas da mulher também estavam sujas de sangue.

Desconfiados da versão dada por ela, os policiais questionaram novamente a suspeita. Ela deu uma nova versão dizendo que o marido tinha sido agredido por um homem que tinha acabado de deixar o local de bicicleta, mas por fim ela acabou confessando o ato. A suspeita disse que começou uma discussão com o idoso por ele ter vendido o ventilador dela.

Na versão dela, o homem começou a ofendê-la com palavras de baixo calão e depois lhe pegou pelos cabelos e a jogou ao chão. No boletim de ocorrência, a mulher disse que ao se levantar era novamente agredida com empurrões. Ela ficou revoltada, foi até a cozinha, pegou uma faca e atingiu a barriga da vítima, que tentou segurar a suspeita. Depois, o homem caiu no chão e morreu. A suspeita disse que o marido estava com um pedaço de madeira para agredi-la.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado para o local e viu que a vítima não tinha mais sinais vitais. O idoso estava com cortes na boca e no tórax. Ao lado do corpo dele foram encontradas uma faca com cerca de 15 centímetros e um pedaço de madeira.

A suspeita relatou que vive junto com o marido por 8 anos e que os dois já discutiram diversas vezes, mas nunca tinham se agredido fisicamente. A mulher foi presa e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil. A perícia da Polícia Civil realizou os trabalhos no local e recolheu a faca e o pedaço de madeira para ajudar nas investigações.

Com informações do site: jhnoticias