terça-feira, 21 de setembro de 2021

Padre é preso acusado de roubar dinheiro das doações da igreja para comprar drogas e realizar festas


 
Foto: Reprodução
Um padre de origem italiana acabou indo parar na prisão por cometer atos indevidos com o dinheiro da igreja onde trabalhava. A verba em questão vinha de doações feitas para a instituição religiosa.

Francesco Spagnesi, de 40 anos, vinha utilizando o dinheiro dos fiéis, segundo a polícia, para comprar drogas para usar em festas particulares que ele mesmo organizava.

Francesco Spagnesi é representante da igreja católica e foi afastado de suas funções em decorrência de seus atos ilegais. Ele era bastante conceituado na região onde atuava, em Prato, nas proximidades de Florença. No momento, o religioso encontra-se sob prisão domiciliar. O valor exato roubado pelo homem não foi trazido a público.

As autoridades interrogarão 200 pessoas que teriam participado das festas de Spagnesi nos últimos dois anos. 15 dessas pessoas admitiram ter participado dos eventos. A investigação contra o padre teve início quando a polícia descobriu que um colega de quarto do religioso teria importado Ecstase da Holanda. A substância pode ser utilizada para drogar vítimas de abuso.

As autoridades que investigam o caso afirmam que o padre e o amigo recrutavam para as festas pessoas que encontraram por meio de sites de encontros e no local vendiam as drogas que encomendavam de fora do país. A identidade dos envolvidos não foram divulgadas até o momento. O parceiro de Spagnesi também está em prisão domiciliar. O bispo responsável pela igreja na qual Spagnesi atuava comentou o assunto e lamentou o ocorrido.


Com informações do site:  i7news - Aurilane Alves