quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Réu é condenado a 14 anos pela morte de criança em Santiago;


 

Foto: Reprodução
O acusado de um dos atos mais brutais de Santiago foi condenado a mais de 14 anos de prisão. Mikael Ananias da Silveira, era acusado de ser o autor das facadas que mataram João Vitor Mendonça Severo, de 10 anos. O delito aconteceu em 18 de janeiro de 2019 no Bairro Nei Pereira.

O julgamento aconteceu na sexta-feira, no Fórum de Santiago. Silveira foi condenado por quatro votos a três a 14 anos e 3 meses de prisão. Conforme apurado pelo site Nova Pauta Expresso, ele está preso em São Vicente do Sul, desde janeiro de 2019, quando teria confessado. Conforme a investigação policial, ele queria atingir a pessoa, que segundo ele, estaria se relacionando com a ex-mulher, mãe da vítima. Mas, por causa da escuridão, acabou golpeando João Vitor, que dormia na cama da mãe.

Depois de ser golpeada, a criança foi levada para o Hospital de Caridade de Santiago. Ela foi transferida em seguida para o Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, devido à gravidade dos seus ferimentos. O menino foi atingido na região do abdômen e não resistiu aos ferimentos. 

O júri foi presidido pelo juiz Thiago Tristão Lima. A acusação ficou a cargo da promotora Silvia Jappe.

A a defesa de Mikael foi feita pelo advogado Antônio Sérgio Bueno. Ele vai recorrer da decisão para tentar retirar as qualificadoras de motivo torpe e dificuldade de defesa da vítima.

 

Com informações do site: bei.net