quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Após matar duas crianças, adolescente disse que pretendia matar o pai uma delas também


 
Foto: Reprodução

O adolescente de 16 anos apreendido por suspeita de matar duas crianças a facadas em São Gabriel da Palha, no norte do Espírito Santo, prestou depoimento à polícia e disse que o crime foi motivado por traumas de infância. Ele também teria revelado que pretendia matar o pai das vítimas.

De acordo com o delegado da cidade, Rafael Caliman, as vítimas eram um menino e uma menina, e tinham 6 e 11 anos de idade. O adolescente infrator seria irmão da menina e primo da criança mais nova. O crime aconteceu nesta quarta-feira (27).

“Durante a declaração ele falou sobre traumas de infância e queixou-se da família, mas era uma declaração desconexa e não parecia refletir a verdade. Também perguntamos porque ele escolheu as crianças para descontar a raiva. Ele falou algo desconexo e não soube explicar o fato”, contou o delegado.

O adolescente ainda teria revelado que outra faca seria usada para cometer um outro assassinato.

“Ele contou que assassinou as crianças usando uma faca, sendo primeiro a menina e, depois, o menino. Perguntamos o porquê de duas facas serem apreendidas e ele disse que pretendia usar a outra faca para assassinar o pai do menino. Esse fato vai ser apurado para sabermos se ele tentou atentar contra a vida deste homem”, disse.

As duas vítimas chegaram a ser socorridas, mas não resistiram aos ferimentos. O crime aconteceu na casa da família, no Bairro Progresso. Segundo o delegado, as duas crianças estavam brincando e arrumando mochilas, quando foram atacadas pelo adolescente, que estava sozinho com elas em casa.

Moradores contiveram o adolescente até a chegada da polícia. Ainda segundo o delegado, ele apresentava algumas lesões, indicando que ele teria sido agredido.

Rafael Caliman informou que o suspeito foi autuado por fato análogo à duplo homicídio e aguarda uma decisão judicial que defina se será ou não internado em uma unidade socioeducativa.

Caso a Justiça decida pela internação do adolescente, ele será encaminhado à unidade do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) de Linhares.


Com informações do site:  vilanoticias