quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Assassino que matou mulher com tiro nas costas é condenado a 12 anos de prisão


 
Foto: Reprodução
Sidnei Quintana, de 43 anos, foi condenado na tarde desta quinta-feira (28) a 12 anos de prisão em regime fechado por matar com um tiro nas costas, Amanda Souza Barbosa, 34 anos, na comunidade Pedra Branca, em Chapadão do Sul, cidade distante 321 quilômetros de Campo Grande. A sentença ainda determina indenização de R$ 50 mil por danos morais à família da vítima.

O crime ocorreu em maio do ano passado. Amanda foi encontrada morta pelo marido com tiro nas costas, na casa onde morava. Sidnei só foi preso quase um mês depois. À época, ele contou que atirou na vítima por vingança.

A polícia chegou até ele depois que moradores da comunidade o denunciaram por tentar furtar uma motocicleta. Ao ser flagrado, ele fugiu pela mata. Durante buscas, equipes da Polícia Civil encontraram Sidnei dormindo na varanda de uma residência.

Ele estava com duas espingardas, de calibres 22 e 32, uma delas era a arma utilizada para matar Amanda. Ao ser preso pela tentativa de furto, Sidnei assumiu à polícia que havia matado Amanda, porque teria discutido com a vítima em uma festa. Ele também contou que pretendia matar mais duas pessoas, o marido de Amanda e um peão de fazenda, com quem também teria se desentendido.

Na noite anterior a prisão, além do furto da moto, Sidnei roubou uma lanchonete, às margens da BR-060. Armado com espingarda, ele rendeu o dono do estabelecimento e pegou dinheiro do caixa.

Com informações do site: CAMPO GRANDE NEWS