quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Bairro privativo com investimento de R$ 2,5 bilhões será lançado nesta quarta em Porto Alegre


 
Foto: Reprodução
Bairro privativo com sete condomínios de luxo na zona sul de Porto Alegre, o Golden Lake será lançado nesta quarta-feira (6). A imprensa visitará o canteiro de obras no final da manhã e haverá uma coletiva. O investimento total no empreendimento e em melhorias na região deve chegar a R$ 2,5 bilhões. 

A Multiplan Empreendimentos prevê a construção de 18 prédios em uma área de 163 mil metros quadrados na Avenida Diário de Notícias, ao lado do BarraShoppingSul, onde ficavam as baias desativadas do Jockey Club. 

Cercados de verde, um lago balneável, piscina terapêutica, saunas, quadras de tênis, poliesportiva, fut 7 e até uma praia artificial estão entre os atrativos. O valor geral de vendas (VGV) deve superar R$ 3 bilhões.

A inspiração vem de outro empreendimento da Multiplan, o Golden Green da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, condomínio com 14 edifícios cercado por um campo de golfe e jardins assinados pelo paisagista Burle Marx.  

O primeiro condomínio que será construído é o Lake Victoria: terá 94 unidades em quatro torres, com área privativa de 299 metros quadrados a 543 metros quadrados. Todos os apartamentos terão vista para o Guaíba.

— O empreendimento vai acelerar o desenvolvimento da zona sul de Porto Alegre e a integração com a orla do Guaíba, revitalização tão esperada pelos gaúchos e que já está se tornando realidade — afirma o Diretor Imobiliário da Regional Sul da Multiplan, Bruno Becker Vanuzzi.

Como o investimento terá grande impacto na Zona Sul, as contrapartidas são proporcionais. Como já adiantou colunista Marta Sfredo, a Multiplan se comprometeu com dois tipos de investimentos públicos: um termo de compromisso para mitigar ou compensar o impacto na região, com valor nominal de R$ 80 milhões, e o Termo de Conversão de Área Pública de R$ 84 milhões em valor nominal.

Segundo informações da prefeitura de Porto Alegre, a empresa deverá fazer, entre outros, a reforma de escolas, obras na Unidade de Saúde Nossa Senhora das Graças, equipamentos para reforço das forças de segurança, melhorias na Biblioteca Comunitária do Cristal, um reservatório de retenção de águas pluviais, investimentos no Parque Natural do Morro do Osso e na praça José Alexandre Záchia e obras de mobilidade urbana na região.  

Está prevista a implantação de faixa adicional de tráfego na Avenida Icaraí, a duplicação da Avenida Wenceslau Escobar, desde a Rua Castro de Menezes até a Avenida Copacabana, implantação de ciclovias e melhorias no pavimento da região, entre outras medidas. 

Também será de responsabilidade da empresa revitalizar o trecho da orla do Guaíba junto ao empreendimento, na área entre o centro de treinamento da escolinha de futebol do Grêmio e o Iate Clube Guaíba. 

A área incluirá quadras de beach tennis, segundo informações da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade.  São cerca de 30 mil metros quadrados, divididos pelo Arroio Cavalhada — a ideia é colocar ecobarreiras ao longo do curso do arroio para evitar que o lixo escoe para o Guaíba. O projeto de urbanização desse novo trecho da orla será assinado pelo arquiteto Guilherme Takeda.

Com informações do site: GZH