segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Bolsonaro tem discurso interrompido e diz que debaterá com Lula ano que vem: ‘Terei o maior prazer’


 
Foto: Reprodução
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi interrompido por gritos de uma mulher, durante seu discurso na Cidade Administrativa, hoje de manhã. Na oportunidade, o chefe do Executivo esperou os ânimos se acalmarem e disse que participará dos debates na eleição presidencial no ano que vem.

Bolsonaro discursava sobre as viagens que faz pelo Brasil e seus mil dias de governo. “Mesmo com menos recursos, temos apresentado mais trabalho para o bem de todos nós. E olhe, estamos no milésimo dia do nosso governo. Mas enfrentamos, ao longo desses mil dias, 600 dias de pandemia”.

Neste momento, uma mulher começa a gritar e o presidente para de falar por uns instantes. Muitas vaias de apoiadores foram registradas contra a mulher. Não foi possível entender o que ela dizia. Algumas pessoas chamaram a manifestante de “vagabunda”.

“Calma aí, pessoal. Isso é bom que aconteça. Eu não vou ofender essa senhora que proferiu essas palavras que nem deu para entender. Diz o velho ditado: ‘quem até os 30 não foi de esquerda, não tem coração. Quem depois dos 30 continua na esquerda, não tem cérebro'”, disse o presidente em meio a aplausos e gritos de “mito”.

Bolsonaro continua e diz que não veio a Belo Horizonte falar de política. Eleito sem participar de quase nenhum debate, em 2018, o presidente mudou o tom. “Se por ventura eu virar candidato ano que vem, terei o maior prazer de debater com o candidato dessa senhora”, falou o chefe do Executivo em referência ao ex-presidente Lula. “Vamos comparar 14 anos do PT com quatro do meu governo”, completa.

O presidente Jair Bolsonaro foi interrompido por gritos de uma mulher, durante seu discurso na Cidade Administrativa, hoje de manhã.

Na oportunidade, o chefe do Executivo esperou os ânimos se acalmarem e disse que participará dos debates na eleição presidencial no ano que vem.

— BHAZ (@portal_bhaz) September 30, 2021

Confusão antes do discurso

Um tumulto foi registrado na Cidade Administrativa antes da chegada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na manhã desta quinta-feira (30). Grupos favoráveis e contrários ao político se reúnem no espaço onde o presidente cumpre agenda em Belo Horizonte.

Grades de proteção separavam os grupos, mas os manifestantes contrários ao presidente conseguiram furar o bloqueio e tentaram acessar o mesmo espaço onde os apoiadores de Bolsonaro estavam.

A segurança do espaço, além da Polícia Militar, tiveram que intervir após o início do tumulto. “Aqui é a casa do povo e o povo tem que entrar”, disseram alguns manifestantes.

Tumulto no evento de recepção do presidente Jair Bolsonaro na Cidade Administrativa, na manhã de hoje (30).

Manifestantes contra o governo derrubaram a grade de proteção e houve confronto com seguranças. A Polícia Militar teve que intervir.

Com informações do site: BHAZ