quinta-feira, 14 de outubro de 2021

"Desinformação" é principal entrave para recusa em doação de órgãos, diz nefrologista


 
Foto: Reprodução
O chefe do serviço de nefrologista do Hospital São Rafael, Rogério Passos, ressalta que ainda são altos os indicadores de famílias que rejeitam a doação de órgãos. Segundo ele, a desinformação sobre os processos envolvidos é a principal entrave para resolver o problema.

"Sempre digo às famílias que a doação de órgãos é um ato de amor e de transformação social. O que é limitante hoje é a falta de informação sobre o processo de reconhecimento da morte encefálica e requisitos legais para que se faça", declarou, em entrevista ao programa "BNews Agora", da rádio Piatã FM, na noite desta quarta-feira (13).
"Isso tudo implica numa desinformação, levando a uma desculpa de não conhecer o processo para doação de órgãos", completou. 

Para ele, é importante que haja um esclarecimento maior sobre o assunto, sobretudo nas escolas, para criar uma nova geração com uma cultura já intrínseca e sem preconceito.

Com informações do site: bnews