quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Dr. Matthews Herdy explica como funciona o implante mamário de recuperação rápida


 
Foto: Reprodução

De todas as cirurgias plásticas feitas no Brasil, a de aumento dos seios continua no ranking entre as mais procuradas. Conforme dados de 2019 da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, o país tem em média 211 mil procedimentos de implante de silicone ao ano.

Uma técnica desenvolvida nos Estados Unidos há quase duas décadas agora está revolucionando as cirurgias de prótese de mama pelo fato de resultar na rápida recuperação da paciente. O cirurgião plástico Dr. Matthews Herdy exemplifica o procedimento e fala do retorno da paciente à rotina no pós-operatório.

A técnica de aumento mamário com rápida recuperação é feita exatamente como a tradicional. O que ocorre é que o cirurgião, através de certas manobras cirúrgicas, diminui o traumatismo na região do implante, tornando-a uma técnica inclusive mais segura à paciente.

“No pós-operatório a pessoa não tem tantas limitações como na técnica convencional, como deixar de dirigir por um tempo maior, ficar afastada por algumas semanas do trabalho e não poder movimentar os braços“, explica o Dr. Matthews.

O procedimento permite que as pacientes, logo após a cirurgia, levantem os braços acima da cabeça. Quem passou pela técnica pode inclusive dirigir seu carro após 48 horas e carregar uma bolsa de até 15 kg.

Resumindo: ela praticamente pode voltar às primeiras atividades em 24 horas. Ideal para quem não pode se afastar dos afazeres profissionais por muito tempo.

Indicações e contraindicações
A indicação é para mamoplastia de aumento, utilizando prótese de tamanho pequena ou média. As pacientes que desejam próteses muito grandes não têm como optar pelo procedimento de rápida recuperação. Entretanto, há como adaptar essas situações para que as limitações sejam menores no pós-operatório, de acordo com o doutor.

“Para pacientes que precisam retirar a pele ou fazer uma redução da mama, a técnica de recuperação rápida em vinte e quatro horas não é indicada. Só é recomendada para aumento da mama”, acrescenta Herdy.

Cuidados pós-operatório
No pós-operatório o acompanhamento com o fisioterapeuta é essencial. O cirurgião também destaca a importância da drenagem, porém, a necessidade é avaliada individualmente e a recomendação é feita pelo profissional de fisioterapia.

Prática de atividade física
Geralmente, quem busca por procedimentos estéticos também se utiliza das academias para seus exercícios. No caso do procedimento de implante mamário com rápida recuperação, as atividades físicas só são liberadas mais à frente. É importante que a paciente tenha consciência de que, apesar da rápida recuperação, a volta de todas as atividades não ocorrem da noite para o dia.
Dr. Matthews Herdy – Cirurgião Plástico

“Porém, se a atividade profissional da paciente não envolver muito esforço físico, ela pode retornar ao posto tranquilamente em 24 horas após a cirurgia”, finaliza o Dr. Matthews Herdy.

Com informações do site: 1news