segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Estudante de medicina é preso por exercício ilegal da profissão


 


Foto: Reprodução


O suspeito responderá pelos crimes de exercício ilegal da profissão e falsidade ideológica de documento público, já que algumas receitas emitidas por ele fazem parte do Sistema Único de Saúde (SUS).

O Cremeb alegou não ter recebido qualquer denúncia sobre o caso e disse que em casos de exercício ilegal da medicina, os suspeitos são encaminhados à polícia e ao Ministério Público da Bahia. A entidade ainda afirmou que tem responsabilidade apenas sobre profissionais devidamente inscritos no Conselho e instituições de saúde registradas.

Caso haja alguma denúncia a respeito dessa situação, segundo o Cremeb, a entidade vai apurar se houve conivência de algum profissional médico na atuação ilegal e adotar as devidas providências. 


Com informações do site: candeiasmix