sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Garçom é agredido por cliente que se recusou a pagar 10% da taxa de serviço em estabelecimento em Uberaba;


 
Foto: Reprodução
Um garçom de 40 anos, que trabalha em um estabelecimento no Bairro Estados Unidos, procurou a Polícia Militar (PM) na tarde de quinta-feira (30) para registrar uma agressão em Uberaba. Ele denunciou que na noite anterior foi agredido com socos e chutes por um cliente que não queria pagar 10% da taxa de serviço.

Conforme a ocorrência, a vítima estava trabalhando quando o autor informou que não pagaria a taxa. O garçom disse ter respondido que o valor não era obrigatório, mas sim uma gentileza, pois ele iria diretamente para o funcionário e não para o estabelecimento comercial.

Nesse momento, a vítima contou que o cliente começou a gritar por diversas vezes a frase “sai da minha mesa!”. E por isso, ele o questionou sobre o motivo de reagir de tal forma. Foi quando o autor lhe deu uma cabeçada na região abdominal e começou a agredi-lo com socos e chutes. A situação foi interrompida por terceiros.

O garçom teve ferimentos na orelha e precisou passar por procedimentos de sutura na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Mirante. Enquanto saía do estabelecimento para ir até o hospital, ele disse que o cliente o ameaçou com os dizeres: “isso não vai ficar assim, vou voltar aqui e isso não vai ficar assim”.

A vítima registrou o boletim de ocorrência e foi orientada pelos policiais a acionar a PM de imediato caso o cliente retorne ao estabelecimento. O autor não foi preso porque o caso ocorreu na quarta e foi registrado no dia seguinte.

Ao g1, a Polícia Civil informou que a vítima será intimada a comparecer na unidade policial para prestar declarações e será requisitado, também, a realização do exame pericial de corpo delito. Os trabalhos investigativos seguem em andamento.


Com informações do site: G1