segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Mãe de 1,60 m faz sucesso nas redes sociais ao compartilhar rotina com gêmeas ‘gigantes’


 


Foto: Reprodução


A maternidade é a realização de um sonho para muitas mulheres. A chegada de um bebê na família é sempre cercado de muita emoção por todos os familiares, amigos e pelos pais. Após a realização desse grande sonho, uma mamãe resolveu compartilhar com os internautas sua rotina com as filhas gêmeas.

No entanto, uma curiosidade ronda a mãe das gêmeas idênticas. As meninas têm apenas sete meses de vida e já pesam quase 10 quilos cada uma. O detalhe é que a mamãe tem apenas 1,60 metro, ou seja, ela precisa fazer um esforço grande para conseguir segurar as duas filhas no colo ao mesmo tempo. Alexis LaRue, de 22 anos, está fazendo o maior sucesso na plataforma TikTok.

A mamãe famosa nas redes sociais já ultrapassou a marca de mais de 48 milhões de visualizações em um vídeo. Nas imagens, Alexis aparece segurando as filhas Elena e Camila usando apenas um dos braços. Ela está copiando um vídeo de outra mamãe que havia assistido. A mulher pesa em torno de 53 quilos e segura as pequenas que aos sete meses de vida já tem altura e peso acima da sua idade. As gêmeas já estão usando roupas para crianças com idade entre 12 e 18 meses.

Uma criança com a idade das meninas tem peso aproximado de 7,6 kg. A mãe explicou que as meninas são super saudáveis e que de maneira alguma são superalimentadas, mas ressaltou que as gêmeas estão crescendo muito. Já no colo do pai, as garotinhas não parecem ser tão grandes. Afinal de contas, Leo Mejia tem 1,80 metros.

Em um dos vídeos compartilhados nas redes sociais o casal leva na brincadeira a diferença de tamanho ao comparar as gêmeas no colo de cada um dos pais. LaRue garantiu que não usa nenhum tipo de efeito especial ou filtro nas gravações das imagens. Contudo, ela admitiu que alguns ângulos usados durante a filmagem podem acabar ressaltando o tamanho das crianças perto dela. As gêmeas nasceram no mês de março deste ano e a família mora com os pais no estado de Minnesota, nos Estados Unidos.

Com informações do site: 1news, Renato Silva