sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Menina de 1 ano e 2 meses morre após cair em piscina de plástico em São Gonçalo dos Campos


 
Foto: Reprodução
Morreu vítima de afogamento, na tarde desta quinta-feira (14), a pequena Raíssa Vitória de Oliveira Gomes, de 1 ano e 2 meses. O fato ocorreu por volta das 9h45. A criança morava no povoado Tapera, que fica entre a cidade de São Gonçalo dos Campos e Feira de Santana.

Segundo informações da prima da garotinha, Crispina Oliveira do Carmo, a criança estava dentro de casa com a avó, quando se dirigiu ao quintal da residência, onde havia uma piscina infantil. Raissa teria caído na água, de cabeça para baixo, e não conseguiu retornar.

“A mãe saiu para ir ao posto buscar um exame e largou a menininha com a avó, que é minha tia. Num instante, minha tia deu um vacilo e entrou dentro de casa rapidinho para atender um telefone e ela estava dentro de casa. 

Quando minha tia procurou, ela já estava dentro da banheira, sem vida. É daquelas piscinas plásticas de criança, e não estava nem cheia, estava pelo meio. 

Acho que ela caiu de bruços e não conseguiu levantar. Ela tinha um ano e dois meses”, relatou a familiar.

De acordo com Crispina Oliveira, a avó e um tio da criança a levaram às pressas para o Hospital Estadual da Criança (HEC), mas quando Raíssa chegou ao local o médico constatou o óbito.

“Ela não estava tomando banho na piscina, estava dentro de casa, e no quarto o celular tocou. A avó correu para pegar o celular, porque o avô dela está internado também em Salvador, só que não tem ninguém lá e quando o telefone tocou ela pensou que era alguém do hospital que tinha ligado. 

No mesmo instante, a menina saiu de perto dela e foi para o quintal. Acho que ela foi pegar um caneco dentro da piscina e acabou caindo”, lamentou.

Raíssa Vitória era a segunda filha do casal. “O primeiro filho nasceu, mas com 15 dias veio a óbito. Depois a mãe conseguiu engravidar novamente e aconteceu essa morte”, contou a prima.

Com informações do site: acordacidade