sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Motorista de caminhão envolvido em batida que matou 12 na BR-101 se apresenta à polícia


 
Foto: Reprodução
O motorista de caminhão envolvido na batida que matou 12 pessoas na BR-101, no trecho do distrito de Mundo Novo, que fica na cidade de Eunápolis, sul da Bahia, se apresentou à polícia no final da manhã desta sexta-feira (1º).

Na quinta-feira (30), um dos advogados dele informou que o condutor fugiu sem prestar socorro às vítimas porque ficou com medo de ser linchado pelas testemunhas e sobreviventes. O advogado detalhou ainda que o local estava sem sinal de celular.


O caso é investigado pela delegacia de Eunápolis. Imagens de câmeras do ônibus atingindo na batida serão periciadas e a polícia irá comparar o registro com a versão apresentada pelo suspeito. Ainda não há detalhes sobre o conteúdo do depoimento dele nesta sexta-feira.

Durante uma curva na região do Km 703, o último vagão do veículo tombou, desprendeu e rodou na pista. Uma carga de toras de eucalipto que estava no equipamento atingiu um ônibus e uma van. Além das vítimas mortas, outras 22 pessoas ficaram feridas.

Desse total, 17 já tiveram alta médica. Uma pessoa segue internada no Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Uma criança que estava em estado grave, intubada na unidade, foi transferida para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica em Salvador.

Outras quatro pessoas seguem internadas no Hospital Regional de Eunápolis. Não há detalhes sobre os estados de saúde delas.



Simulação da batida
Na região onde o acidente aconteceu não há câmeras de segurança, que poderiam ter registrado o momento da batida. A TV Bahia preparou uma simulação de como o acidente aconteceu, com base no relato de testemunhas. [Veja vídeo acima]

Momentos após o acidente, passageiros do ônibus registraram, em vídeo, o ocorrido. As imagens mostram muitas pessoas em pé, acompanhando o socorro prestado por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A empresa responsável pelo ônibus que foi atingido é a Rota Transportes. Por meio de nota, a companhia lamentou a morte do motorista e informou que está dando assistência aos passageiros feridos e às famílias dos que morreram.

Já a empresa responsável pelo caminhão é a mineira Gomes Transportes de Almenara. Também em nota, a organização informou que lamenta profundamente a situação. Disse que o acidente foi causado por falha mecânica, que as circunstâncias ainda serão apuradas e que está prestando todo apoio necessário as vítimas.

Vítima antecipou viagem
Uma das vítimas, a Luciene Alves dos Santos, de 39 anos, voltava para casa, após viajar para visitar a mãe e passar o aniversário na cidade. O marido dela, Alessandro dos Santos Rosário, contou que Luciene voltava para casa antes da data prevista.

"Eu só lembro que ela mandou um áudio para mim falando: 'Estou aqui em Camacan'. Eu falei assim: 'Meu amor, era para você vim amanhã'. Ela veio na quarta, mas era para vim na quinta, que é hoje", contou o marido de Luciene dos Santos.

A vítima, que era camareira, afirmou para o marido que decidiu voltar para casa um dia antes para não se atrasar no trabalho. Alessandro contou ainda que recebeu a notícia do acidente pelo irmão, por meio de uma ligação.

"Eu fiquei assistindo no celular e meu irmão mandou um áudio para mim. 'Alessandro, teve um acidente feio perto de Eunápolis. Sua esposa pegou o ônibus que horas?'. Eu falei: 'Às 16h30' e ele falou: 'Teve um acidente feio'. Aí eu falei: 'Minha esposa morreu, porque ela ia na frente [do ônibus]. Ela mandou uma gravação para mim, que ela fez, e eu vim desesperado".

Alessandro fez o reconhecimento do corpo no Instituto Médico Legal (IML) de Eunápolis, durante a manhã de quinta. Além do marido, Luciene deixou duas filhas.

Com informações do site: G1