quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Mulher é abusada em metrô e passageiros filmam por 45 min ao invés de chamar a polícia | Brazil News Informa


 
Foto: Reprodução
Uma mulher que foi abusada na semana passada em um metrô na Filadélfia, nos Estados Unidos, poderia ter sido resgatada caso os demais passageiros tivessem ligado para a emergência, no lugar de gravar o ataque, segundo disseram as autoridades nesta terça-feira (19). 

O crime ocorreu às 21h do dia 13 de outubro em um trem operado pela Autoridade de Transporte do Sudeste da Pensilvânia (Septa).

“Havia outras pessoas no trem que testemunharam esse ato horrível, e ele poderia ter sido interrompido mais cedo se um passageiro ligasse para o 911”, afirmou o porta-voz do SEPTA, John Golden, em um comunicado enviado por e-mail à agência Reuters.

O caso está a cargo do Departamento de Polícia de Upper Darby. Uma das provas é o vídeo de vigilância do vagão, que mostra a mulher tentando repelir o criminoso, empurrando o homem diversas vezes. Ele começa a apalpar a vítima e, por fim, a agrediu.
 
O crime durou mais de 45 minutos, enquanto os outros passageiros apenas apontaram seus telefones celulares para o agressor, mas ninguém socorreu a mulher. Finalmente, um funcionário da Septa que estava fora do horário de serviço ligou para o número de emergência dos EUA, 911.

Agentes entraram no vagão e prenderam o agressor, Fiston Ngoy, de 35 anos, é acusado de diversos outros crimes similares.

Com informações do site: Brasil News Informa