sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Mulher liga para emergência e ameaça colocar bomba em fábrica para ficar mais tempo com namorado


 
Foto: Reprodução
O que você seria capaz de fazer por amor? Essa pode ser uma pergunta difícil para alguns, porém muito fácil para outros. A mulher desta história demonstrou até que ponto teria coragem de se arriscar para ficar ao lado do homem que amava.

Kayla Marie Blake foi presa em setembro deste ano após ser acusada de terrorismo pela polícia americana. O motivo, ela fez uma falsa ameaça de bomba ao ligar para o número de emergência de Maine, nos Estados Unidos.

A primeira ligação feita por Kayla foi realizada por volta das 9h da manhã. Cerca de duas horas depois, a mulher registrou outra chamada de emergência, afirmando que iria colocar uma bomba no centro médico Puritan Medical Products em Pittsfield, onde seu namorado trabalha.

O estabelecimento conta com a fabricação de cotonetes, incluindo os usados nos testes de Covid-19. De acordo com Kristy Rizzitello, diretora da Puritan, a fábrica foi evacuada às pressas e o procedimento afetou cerca de 400 funcionários que trabalhavam na hora do ocorrido.

Kayla, de 33 anos de idade, foi encontrada pelas autoridades e levada para prestar depoimento e em seguida foi detida. Ao ser questionada sobre o motivo de ter mentido sobre as bombas, ela disse haver feito a ameaça para conseguir ficar mais tempo com o namorado, que conheceu cerca de uma semana antes por meio de um aplicativo de namoro.

Kayla pagou a fiança estabelecida em US$ 1.500, cerca de R$ 6 mil, sendo liberada em seguida pela polícia de Meine. Seu caso rapidamente se tornou viral.

Com informações do site: 1NEWS