sábado, 9 de outubro de 2021

Operário morre esmagado por empilhadeira no Porto de Salvador; investigações ocorrem no local


 
Foto: Reprodução
Na última quarta-feira (6), um trabalhador morreu ao ser esmagado por uma empilhadeira, na Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), que fica no Porto de Salvador. Devido ao acidente, o serviço foi suspenso nesta quinta-feira (7), para investigação policial.

A vítima, que trabalhava de forma terceirizada, foi identificada como Florisvaldo Ramos dos Santos. Ele era natural da cidade de Amélia Rodrigues, cerca de 100 km da capital. A idade dele ainda não foi divulgada, mas outro trabalhadores informaram que ele trabalhava no local há mais de 30 anos.

Testemunhas relataram que Florisvaldo trabalhava, quando foi atingido pela empilhadeira. Outro trabalhador acrescentou, que presenciou a situação, contou que ele foi atropelado pelo equipamento.

“Eu só sei dizer que foi um atropelo da empilhadeira, como qualquer atropelo de pedestre. A empilhadeira pegou ele, é um equipamento muito grande e pesado, não tinha condições do operador ver ele. Eu estava dentro do caminho, vi o tumulto e quando cheguei perto, já tinha acontecido”, detalhou o homem.

De acordo como o Ministério Público do Trabalho (MPT), um inquérito será aberto para apurar o caso, bem com os responsáveis pela obra e as circunstância que levaram ao acidente. Eventuais falhas no cumprimento de normas de saúde e segurança do trabalho serão investigadas.

Já a Codeba disse, também em nota, que lamenta profundamente o ocorrido, que se solidariza com familiares e colegas do trabalhador. Detalhou também que abriu uma ocorrência por meio do Órgão Gestor de Mão-de-Obra do Trabalho Portuário, para apurar as causas e tomar providências.

Com informações do site: SALVADOR NOTÍCIA