quarta-feira, 27 de outubro de 2021

PAIS VENDEM A FILHA PARA COMPRAR ALIMENTOS


 
Foto: Reprodução

Os pais de uma bebê afegã venderam a filha por US $500 (aproximadamente R$ 2789,40) para poder alimentar o restante da família. Segundo o Daily Mail, as famílias afegãs estão vendendo seus filhos em uma tentativa desesperada para conseguir dinheiro para comprar alimentos. O Taliban acabou com os fundos estrangeiros que sustentavam a economia local.

A repórter Yogita Limaye da BBC entrevistou a família que vendeu a filha para comprar alimentos. De acordo com a família, o comprador era um homem que alegou que queria criar a menina para poder se casar com o filho dele. 

O casamento infantil é comum praticado no Afeganistão, mas devido a situação econômica do país levou muitas famílias, como esta, a recorrer a acordos cada vez mais cedo na vida das meninas.

“Meus outros filhos estavam morrendo de medo, então tivemos que vender minha filha”, disse a mãe à BBC. “Como posso não estar triste? Ela é minha filha. Eu gostaria de não ter que vender minha filha. “

O pai da bebê explicou que a família sentiu que não tinha escolha. “Estamos morrendo de fome. No momento não temos farinha, nem óleo em casa. Não temos nada. Minha filha não tem ideia de como será seu futuro. Não sei como ela se sentirá a respeito. Mas eu tive que fazer isso.”

De acordo com as autoridades locais, mais da metade da população do Afeganistão (aproximadamente 22,8 milhões de pessoas), corre o risco de desnutrição aguda e morte nos próximos meses. Nesta semana, oito crianças morreram de fome na capital, Cabul.


A situação do país piora cada vez mais, o valor da moeda local despencou e os preços dos alimentos dispararam. Com isso, os cidadãos recorrem a diversas medidas para conseguir sobreviver no país.


Com informações do site: ricmais