quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Suspeito de participar de estupro de criança de 7 anos tem casa incendiada


 
Foto: Reprodução
Um homem de 55 anos e um jovem de 18 foram detidos e acabaram presos pelo estupro de uma criança de 7 anos, em Rosário do Sul. A Polícia Civil investiga o crime, que teria ocorrido na segunda-feira, no Bairro Ana Luíza. A casa de um dos suspeitos do crime foi incendiada na tarde de terça-feira. A vítima, um menino, foi encaminhada ao Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora para receber cuidados médios.

Conforme o delegado Giovanni Lovato, titular da Delegacia de Polícia de Rosário do Sul, o jovem de 18 anos confessou o crime durante depoimento. Ele disse que foi incentivado pelo suspeito mais velho a praticar a violência sexual. O motivo seria uma espécie de aposta entre os dois suspeitos.

Na tarde desta quarta-feira, a prisão preventiva dos suspeitos foi decretada pelo Poder Judiciário. 

Motorista é flagrado com drogas na lataria do carro

Segundo o delegado, o menino pegou R$ 1 e foi até um armazém comprar balas por volta das 17h30min de segunda. Os suspeitos teriam atraído a criança para dentro da casa do homem de 55 anos para supostamente pegar latinhas.  

- O jovem falou que quem teve a ideia foi o homem e que ele foi desafiado. Os dois teriam atraído a criança para dentro da casa, assistido a um filme pornográfico e, depois do filme, que teria acontecido o estupro. O homem (de 55 anos) teria ficado só olhando pela porta - relata o delegado.

O jovem foi preso pelo estupro. Já o homem mais velho foi preso como partícipe do crime sexual, pois o caso aconteceu em sua e ele não teria tentado impedir. A polícia pretende, agora, apurar o relacionamento entre os dois presos. Em princípio, o rapaz trabalhava como garoto de programa.   

O INCÊNDIO

No dia seguinte ao abuso sexual, a casa do homem de 55 anos foi incendiada. Uma viatura do Corpo de Bombeiros Militar foi acionada e combateu as chamas. A polícia acredita que o incêndio tenha sido criminoso, pois a notícia se espalhou pela comunidade, o que pode ter motivado a represália contra os suspeitos. 

Polícia interrompe velório e leva corpo de idosa que morreu em hospital para necrópsia

Segundo o delegado Lovato, a mãe da criança percebeu que o filho estava machucado e chamou a Brigada Militar (BM). Com o relato da mãe do menino e conforme o que ele contou, os policiais prenderam os suspeitos em flagrante.

Os dois foram encaminhados ao Presídio Estadual de Rosário do Sul. O jovem de 18 anos também é investigado pelo furto de uma bicicleta que foi apreendida na residência.

Com informações do site: Bei.net