quarta-feira, 17 de novembro de 2021

Adolescente denuncia ter sido estuprada por cerca de 400 homens


 
Foto: Reprodução
A polícia da Índia prendeu sete homens na semana passada acusados de estupro de uma menina de 16 anos, no distrito de Beed, no estado de Maharashtra. Conforme a vítima, que era sem-teto, ela foi estuprada por cerca de 400 pessoas. As informações são da CNN.

De acordo com o presidente do Comitê de Bem-Estar Infantil da Índia (CWC), a menina contou que estava pedindo dinheiro em um ponto de ônibus quando teria sido forçada por três homens a trabalhar com sexo. Ao menos dois policiais estariam entre os abusadores.

Ainda segundo o CWV, a menina conseguiu identificar pelo menos 25 suspeitos de cometerem estupro. Em um comunicado na segunda-feira (15), a polícia local informou que registrou casos contra oito homens – incluindo um menor – relativos a estupro e à lei de proteção de crianças contra crimes sexuais.

As autoridades também registraram um caso sob a Lei de Proibição do Casamento Infantil. Em depoimento, a menina disse à polícia que se casou aos 13 anos com um homem de 33 anos que a abusou sexualmente.

A vítima também contou que foi abusada sexualmente por seu pai, o que a levou a deixar as duas casas e dormir no ponto de ônibus.

A ativista dos direitos das mulheres Yogita Bhayana disse que este é “o caso mais trágico (de estupro) da história”. “Esta menina foi torturada todos os dias”, disse ela, acrescentando que a polícia falhou em protegê-la. “Queremos uma ação estrita contra todos os culpados”, pediu Yogita.

Com informações do site: OBSERVATÓRIO MANAUS