quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Artista de circo é morta dentro do trailer com golpe de tesoura no pescoço


 
Foto: Reprodução
A artista circense, Kauany Circo, de 32 anos, natural de Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, foi morta com um golpe de tesoura no pescoço pelo próprio namorado, no último sábado (06), em Catanduva (SP). O corpo está sendo velado nesta terça-feira (09), na cidade natal de Kauany. O suspeito já foi preso.

Kauany vivia com o acusado, André Luis Coutinho, de 18 anos, e rodava o Brasil com o circo, apresentando números acrobáticos e de força capilar. Antes de se instalar na Avenida José Nelson Machado, em Catanduva, o Circo Encantado passou por outras cidades da região, como Mirassol e Rio Preto.

Para policiais militares, André - que se entregou poucas horas depois do crime - afirmou que é usuário de cocaína e, na madrugada do crime, Kauany tentou impedir que ele fizesse uso da droga. Ela o teria empurrado, André se irritou, pegou uma tesoura e atacou a companheira no pescoço.

O casal estava junto há apenas três meses.

Em sua conta oficial no Instagram, o Circo Encantado lamentou a morte da artista e informou que está prestando todos os esclarecimentos às autoridades e apoio aos familiares. "Pedimos a Deus sabedoria e força aos nossos artistas e à família", escreveu.

Em outra publicação, o circo fez uma homenagem a Kauany: "A ficha ainda não caiu! A saudade fica, o coração aperta mas sabemos que você está feliz, em um lugar lindo, levando sua alegria, seu talento, sua energia! Você ficará sempre em nossos corações! Mais que uma artista, você foi uma filha, irmã, amiga, parceira! Lembraremos de você assim, com todo esse brilho, esse sorrisão e o seu amor pelo circo", escreveu.

Com informações do site: diariovip