quinta-feira, 11 de novembro de 2021

Criança morre após ter cabelo sugado por ralo de piscina no sul do Brasil


 
Foto: Reprodução

Uma criança morreu afogada depois de ter os cabelos sugados pelo sistema de drenagem na piscina de casa no município de Faxinal dos Guedes, no Oeste de Santa Catarina, na noite de terça-feira (9).

Laíse Pegorini Franzen, de 10 anos, apresentava poucos sinais vitais quando foi levada por familiares ao Hospital Municipal São Cristóvão. A menina passou por procedimento de reanimação, mas os médicos constataram a morte.

O Corpo de Bombeiros Militar de Xanxerê foi acionado, mas não chegou a atender a ocorrência. No relatório, a PM (Polícia Militar) trata o caso como morte acidental. Um Boletim de Ocorrência foi registrado, por volta das 21h30, na rua 13 de Maio. O caso deverá ser investigado pela PC (Polícia Civil).

A menina foi velada na manhã desta quarta-feira (10) na Capela Mortuária de Faxinal dos Guedes e será enterrada às 15h no Cemitério Municipal de Xanxerê, onde deve ocorrer uma solenidade de despedida.

'Laise era escoteira’

Laíse morava com os pais e irmãos em uma casa no bairro São Cristóvão. A menina é filha dos proprietários da loja Cortinare, que tem filiais em Faxinal dos Guedes, Xanxerê e Ponte Serrada. O casal também tem outros dois filhos.



Na internet, amigos e familiares se despediram da garota e lamentaram a tragédia. O Colégio Integração, de Xanxerê, onde a menina estudava no quarto ano matutino, lamentou a morte.

“Com muita dor no coração e profundo pesar comunicamos o falecimento da nossa querida aluna Laíse Pegorini Franzen. Que o espírito santo de Deus conforte os corações neste momento de profunda tristeza”.

Laise era escoteira no Grupo Alcateia Kaluanã Muiraquitã, de Faxinal dos Guedes. Em nota publicada nas redes sociais, a instituição lamentou a morte. “Lobinha exemplar, ouvia sempre os velhos lobos, prestativa”, detalha o texto.

Com informações do site: ndmais