sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Engenheiro é preso e acusado de manter "quarto da Disney" para estuprar crianças


 
Foto: Reprodução

A Polícia Civil prendeu um engenheiro da Casa da Moeda por acusação de estupro. A denúncia diz que Frank Souza Hoffmann, de 63 anos, mantinha um "quarto da Disney" para atrair vítimas.  

Frank foi localizado em casa, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. No local havia um quarto com brinquedos infantis.

Uma das vítimas foi estuprada quando tinha 13 anos. O engenheiro admitiu os atos sexuais. Ele alegou, no entanto, que seria apaixonado pelo menor e que os atos seriam consensuais.

“Há uma lei que diz que, aos 13 anos, o consentimento não tem validade. Ele (Frank) tem um poderio econômico, ameaçou a família da vítima e isso configurou crime de estupro”, disse Adriano França, delegado do caso.  

Foram apreendidos diversos eletrônicos que serão analisados pela perícia em busca de outras provas e possível identificação de mais vítimas, além de dezenas de brinquedos importados que serão destinados, após autorização judicial.

Frank foi denunciado por estupro de vulnerável e estupro, e será encaminhado ao sistema prisional, ficando à disposição do juízo da 1ª Vara Criminal de Niterói que expediu as ordens judiciais.

A BandNews FM não conseguiu contato com a defesa de Frank. Mas a Casa da Moeda divulgou uma nota oficial sobre o caso.

Nota de esclareicmento da Casa da Moeda:

A Casa da Moeda do Brasil esclarece que não compactua com quaisquer práticas criminosas. Os supostos crimes citados envolvendo um empregado da CMB, caso tenham ocorrido, se deram fora do âmbito da Empresa, devendo, portanto, o funcionário responder pelos seus atos individuais perante a justiça. O caso está sendo investigado pelos órgãos competentes e as medidas cabíveis serão adotadas de acordo com o seu desfecho.

Com informações do site: Band Uol