quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Família acusa PM de matar entregador no Morro do Palácio


 
Foto: Reprodução
Familiares de Elias de Lima Oliveira, morto nesta quarta-feira durante uma ação da PM, acusam policiais militares de terem matado o entregador no Morro do Palácio, no Ingá, em Niterói. Ele foi baleado no rosto e levado ao Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), às 16h, por moradores da comunidade, mas não resistiu aos ferimentos. A corporação disse que "houve um tiroteio na região".

Além de Elias, um homem, identificado como Heberton Carlos Monteiro, 27 anos, foi levado por populares para o HEAL após ser ferido no braço. No momento, ele está internado na unidade de saúde e o estado de saúde dele permanece estável. A ocorrência em que resultou no ferimento de Heberton foi registrada na 78ª DP (Fonseca).

Em uma rede social, o cunhado de Elias pediu Justiça pela morte dele. "A Polícia Militar acabou com a vida da família dele, com a vida da minha família ele deixa uma filha com minha irmã de 1 ano, cara. O que vão ser da minha sobrinha, da família dele, da minha irmã?", questionou.  
Continua após a publicidade

Após a morte de Elias, amigos e familiares fizeram um protesto na Avenida Presidente Pedreira, principal via de acesso à comunidade. O entregador deixa esposa e uma filha. Ainda não há informações sobre a data e local de enterro de Elias.

Com informações do site: O DIA