quarta-feira, 17 de novembro de 2021

Homem estupra a vizinha horas após se casar: ‘Essa vai ser a despedida’


 
Foto: Reprodução
Uma jovem de 23 anos teve a casa invadida e foi estuprada na madrugada do último domingo (14/11), em Governador Valadares (MG), no Vale do Rio Doce. O suspeito do crime é o vizinho da vítima, que está sendo procurado pela polícia.

Conforme o relato que consta no boletim de ocorrência, o homem invadiu o imóvel da mulher, supostamente pulando o muro de uma casa ao lado, que estava com o portão destravado. Ela foi surpreendida por ele na área de serviço dela.

O crime ocorreu horas depois de o suspeito ter se casado no civil com outra mulher — e no mesmo dia em que seria realizada a cerimônia religiosa.

Inicialmente, com uma faca que pegou em cima do tanque da casa da vítima, ele a ameaçou e pediu o celular.

Em seguida, o homem colocou o objeto em cima do fogão, e não satisfeito, disse que iria matar a mulher e as duas filhas dela, de 2 e 4 anos. Antes de iniciar o crime sexual, ele teria dito que “estava fazendo isso porque iria se casar, e essa seria a despedida”.

Ainda conforme o relato da vítima, durante o estupro, o suspeito consumiu um pino de cocaína. Fazendo ameaças constantes, ele chegou a invadir o quarto onde as crianças dormiam. E despido, disse que as mataria. Antes de fugir, voltou a ameaçar a mulher de morte, caso o denunciasse.

Com as informações sobre as características do suspeito passadas pela jovem, a mãe dela disse que se parecia com um vizinho que residia na mesma rua. Os policiais então foram até o endereço indicado e encontraram a esposa do autor.

Ela contou à PM que eles haviam se casado no dia anterior, no sábado (13), e que ele tinha sumido. No começo da manhã do domingo (14), o homem voltou à casa onde morava, mas teria saído para comprar leite e não tinha voltado mais.


A vítima reconheceu o homem em fotos e foi levada ao Hospital Municipal de Governador Valadares, onde passou por atendimento médico e foi liberada. Na delegacia, foi descoberto que o suspeito tinha passagem pelo mesmo crime, ocorrido em 4 de abril de 2020.

Com informações do site: BR104