quarta-feira, 17 de novembro de 2021

Homem se mata depois de cair no 'golpe do nudes' em Minas


 
Foto: Reprodução
Um jovem, de 22 anos, acabou tirando a própria vida depois de cair no chamado “golpe do nudes”, praticado por criminosos por meio das redes sociais, em Manga, no Norte de Minas. O caso, ocorrido em 9 de novembro, está sendo investigado pela Polícia Civil. A  quadrilha ainda não foi identificada.
 
De acordo com informações da Polícia Civil de Manga, inicialmente, o rapaz, que trabalhava no comércio da cidade, recebeu o contato por WhatsApp de uma pessoa que se  passou por um mulher e lhe enviou uma foto. Em contrapartida, solicitou que ele  enviasse foto de nudes para o mesmo número da chamada, o que foi atendido.

Preso grupo suspeito de integrar quadrilha do 'golpe do emprego'
A partir daí, seguindo o modus operandi do golpe, a quadrilha começou a importunar e tentar extorquir o morador, sob o argumento de que ele tinha enviado fotos de nudes para uma menor de idade. Os criminosos disseram que “o fato tinha sido descoberto” pela família da suposta adolescente e ameaçaram denunciá-lo à polícia por “crime de pedofilia”.
  
Ainda conforme informações da polícia, os criminosos exigiram da vítima o pagamento de R$ 5 mil, que não chegou a ser efetuado. Além disso, um integrante da quadrilha ligou para o rapaz, se passando por policial, alegando que a família da suposta menor estava na delegacia “registrando a queixa”.

Familiares do  morador de Manga - cidade situada às margens do Rio São Francisco -,  informaram que ele não suportou a pressão psicológica dos golpistas e acabou se enforcando, usando uma corda no pescoço. O jovem foi encontrado morto no seu quarto.

Conforme uma fonte policial, o “golpe do nudes” vem sendo aplicado em várias partes do país, com o uso das ferramentas das redes sociais – Instagram, Facebook e WhatsApp. Em Manga, já houve vários casos de vítima do referido golpe, revelou a mesma fonte.

O CVV (Centro de Valorização da Vida) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. O telefone do CVV é o 188.

Com informações do site: ESTADO DE MINAS