quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Nutricionista movimentava milhões em esquema comandado por PM


 
Foto: Reprodução
Nutricionista de Águas Claras movimentava quantias milionárias em esquema de agiotagem comandado por PM do DF, diz polícia

Presa nesta terça-feira (16), Raiane Campêlo é apontada como ‘operadora financeira’ do esquema e responsável por saques de até R$ 900 mil, que eram emprestados às vítimas. Mulher levava vida de luxo em viagens internacionais; g1 tenta contato com defesa.

A nutricionista Raiane Campêlo, moradora de Águas Claras, é apontada pela polícia como “operadora financeira” de um grupo de agiotas que movimentou quantias milionárias no Distrito Federal. O esquema, que era chefiado por um sargento da Polícia Militar, veio à tona nesta terça-feira (16), após operação da Polícia Civil que resultou na prisão de seis pessoas.

De acordo com a investigação, Raiane participava da organização criminosa liderada pelo sargento Ronie Peter Fernandes da Silva. O militar, que foi detido, é suspeito de gerenciar um negócio ilegal que movimentou R$ 8 milhões nos últimos seis meses, emprestando dinheiro e extorquindo vítimas na capital federal.

Raiane foi uma das pessoas presas nesta terça-feira. Tanto ela, quanto Ronie ostentam vida de luxo nas redes sociais, com fotos de viagens nacionais e internacionais. O g1 tenta contato com a defesa da nutricionista.

Com informações do site: De olho news