sábado, 20 de novembro de 2021

Pai e madrasta cortam cabelo da filha como punição por mudança no visual; ela havia feito luzes


 
Foto: Reprodução
Ter os cabelos sempre bonitos e arrumados é algo importante para muitas pessoas, especialmente para as mulheres que amam cuidar das madeixas. Aliás, grande parte ainda gosta de ter os cabelos longos. Isso se torna algo essencial no período da adolescência, pois é quando há uma busca em torno da própria identidade. Muitos gostam de renovar as madeixas para se sentir melhor, seja mudando a cor ou mesmo fazendo um corte diferente.

Contudo, uma alteração nos cabelos feito de forma inesperada e sem qualquer tipo de autorização pode acabar ocasionando revolta em alguns dos pais. Mas, quando a mudança no visual tem autorização de um dos pais, a situação poderia não ter maiores consequências, porém não foi isso que aconteceu com uma jovem.

Uma mãe indignada usou as redes sociais para mostrar toda sua indignação com a maneira que o pai encontrou de castigar a filha adolescente por ter feito um procedimento no cabelo. O caso, que ganhou repercussão há algum tempo, gerou debate na web na época. De acordo com o que foi relatado pela mulher ao conceder uma entrevista à mídia local, a menina fez luzes no cabelo.


Christin disse que depois que Kelsey Johnson passou pela mudança no visual, ela levou a filha para casa do pai e da madrasta. O que ela não imaginava eram os prejuízos emocionais que filha sofreria com a visita. A adolescente retornou para casa com os cabelos completamente curtos e se sentindo muito envergonhada.

Além da postagem que fez na rede social para contar o ocorrido, o caso foi levado à polícia, já que a madrasta e o pai cortaram o cabelo da menina à força como forma de punição por não terem aprovado a mudança nos cabelos. O casal foi investigado por abuso infantil.

A jovem ficou bem abalada com a situação e sequer mostrava o rosto na foto compartilhada pela mãe. A mãe até comprou uma peruca para que a filha usasse até que os cabelos voltassem a ter o tamanho de antes.

Com informações do site: 1NEWS