quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Pedreiro de 66 anos é confundido e morto a tiros no Nova Esperança


 
Foto: Reprodução
O pedreiro Sidney Monteiro Padilha, de 66 anos, foi executado a tiros na manhã desta quarta-feira (24), no beco da Paz, esquina com a rua Três do bairro Nova Esperança, na Zona Oeste de Manaus. Segundo a polícia, há a hipótese de ele ter sido confundido com um outro pedreiro.  

 O tenente R. Gadelha da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) informou que a vítima pode ter sido confundida, pois um possível pedreiro da localidade estava devendo ao tráfico de drogas. Um pistoleiro chegou ao local, efetuou os tiros e fugiu em uma motocicleta.   

Bastante abalada emocionalmente, a sobrinha da vítima, Lane dos Santos, falou com a imprensa e pediu justiça pela morte do tio. A vítima morava nas proximidades de onde aconteceu o crime.  

"
Ele nunca fez mal na vida a ninguém. Meu tio era um homem evangélico. Ele nunca fez nada de errado. Não tem [explicação] dele ter morrido desse jeito. Ele tinha ido comprar um sandália, pelo amor de Deus. Ele tem quatro filhos, mora aqui por perto e a esposa dele ainda nem sabe"
Lane dos Santos, sobrinha da vítima
 
O local foi isolado para atuação dos demais órgãos competentes e a perícia deve apontar a quantidade de disparos que tiraram a vida da vítima.  

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros e o corpo de Sidney será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para exame necroscópico.

Confira a entrevista com a sobrinha da vítima:  

Com informações do site: EM TEMPO