sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Rapaz com câncer nos ossos morre após ser espancado por policiais militares em Goiânia


 
Foto: Reprodução
A família de Chris Wallace da Silva, de 24 anos, registrou um boletim de ocorrência em que denuncia que o jovem foi espancado por policiais militares no bairro Fidélis, em Goiânia, e morreu após passar cinco dias intubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital da capital. O rapaz tinha uma saúde debilitada devido a um câncer nos ossos.

Jovem saiu para comprar refrigeranteContinua depois da publicidade

De acordo com os familiares, Chris saiu de casa por volta das 19h10 do dia 10 de novembro em direção a uma distribuidora de bebidas, na companhia de um amigo, para comprar um refrigerante. Durante o trajeto, os dois foram abordados e a vítima teria sido espancada por policiais militares.

Após a agressão, o jovem voltou para casa e foi para o banheiro da residência, onde teve crises convulsivas e vomitou sangue. A mãe da vítima acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu), que o levou para um hospital, onde ficou intubado por cinco dias na UTI. Segundo o relatório médico, Chris Wallace sofreu traumatismo na cabeça por espancamento, além de contusões nos pulmões e abdome.

Defesa da família

Emanuel Rodrigues, advogado da família, informou que entrará com ação judicial contra o governo do Estado com o pedido de reparação. Informou também que os policiais envolvidos ainda não foram identificados.

Posicionamento da PM

O Mais Goiás solicitou um posicionamento da Polícia Militar da capital, mas até o fechamento desta matéria (às 14h38) não recebeu retorno.

Com informações do site: RIACHO EM FOCO