close

quarta-feira, 3 de novembro de 2021

Rara “planta pênis” floresce pela primeira vez em mais de 20 anos


 
Foto: Reprodução
Da CNN - Em um jardim holandês floresce uma planta rara com uma forma alta e fálica. Conhecida como “planta pênis”, é apenas a terceira vez que a espécie floresce na Europa desde 1997, de acordo com o jardim botânico da Universidade de Leiden, na Holanda.

A planta tem seis anos – cujo nome científico é Amorphophallus decus-silvae – e foi cultivada pelo voluntário Rudmer Postma, de acordo com um comunicado divulgado pela instituição à imprensa.

A equipe do jardim notou o botão de flor pela primeira vez em meados de setembro e, em pouco mais de um mês, cresceu de cerca de meio metro de altura para dois metros, com o caule estreito.

“Poucos jardins botânicos têm Amorphophallus decus-silvae em sua coleção, tornando o florescimento da planta particularmente raro”, observou o comunicado.

Nativa da Indonésia, rica em florestas tropicais, a “planta pênis” requer um ambiente muito quente e úmido e, portanto, é difícil de crescer na Europa. Mas seu odor terrível e pungente – semelhante a carne podre – ajuda os jardineiros a prever quando a planta vai florescer, o que ocorre em dois estágios: a fase de floração feminina e a masculina.

Durante a fase de florescimento feminino, a parte branca em forma fálica da flor chamada espádice se aquece e emite o fedor.

“Não cheirava muito mal ainda, mas (o odor) ficou mais intenso à tarde”, disse a voluntária do jardim e professora de ioga Roos Kocken em um vídeo publicado nas redes sociais na última sexta-feira (22).

Polinizadores, incluindo moscas, são atraídos por esse cheiro, então migram para a planta e ficam cobertos pelo pólen produzido  durante sua fase de florescimento masculino. Como não há outra planta desta espécie no jardim, os funcionários estão coletando o pólen para usar mais tarde ou enviar para outros espaços botânicos, disse a universidade.


Para plantas maiores de Amorphophallus, ter muitos anos entre florações não é incomum, disse Susan Pell, vice-diretora executiva do Jardim Botânico dos EUA. As flores da “planta pênis” emergem de suas estruturas subterrâneas chamadas cormos, que são como a parte subterrânea dos troncos das árvores, explicou ela.

“Essa floração está usando toda a energia que foi armazenada no cormo. Então, para florescer novamente, esse cormo tem que produzir uma série de folhas novamente… provavelmente de três a 12 anos para obter energia suficiente para sustentar uma nova flor”, acrescentou Pell.

Os parentes próximos da planta incluem Amorphophallus gigas e Amorphophallus titanum, ou a planta cadáver, esta última bem conhecida por seu próprio fedor durante o período de floração. A flor do cadáver está exposta em jardins populares, incluindo o Jardim Botânico dos Estados Unidos e o Jardim Botânico de San Diego.

Com informações do site: Diário vip