quarta-feira, 3 de novembro de 2021

Simone, da dupla com Simaria, revela ter sido presa nos Estados Unidos e conta detalhes


 
Foto: Reprodução
Simone Mendes revelou que por pouco não teve uma ficha policial internacional. Em seu canal oficial em uma plataforma de vídeos, a artista disse que já foi presa nos Estados Unidos por engano durante sua adolescência.

A detenção ocorreu logo após ela chegar ao país com Frank Aguiar, para quem ela e Simaria faziam backing vocal.

“Acho que fui presa com 15 ou 16 anos. Frank Aguiar foi fazer show nos Estados Unidos, toda a documentação perfeita. Chegando lá, na hora da entrevista com a Polícia Federal, me levaram para uma salinha. Achava que era para ver alguma coisa. Quando penso que não, vêm uns policiais e colocam um cinto de couro com uma corrente e algema. Eu começo a chorar. Imagina… eu era nova, minha primeira vez no país. Para eles, meu passaporte era roubado. Para acabar de lascar, uma algemazinha no meu pé e eu chorando”, relatou.

A cantora relembrou como foi a abordagem dos agentes durante a prisão.

“Me levaram para um lugar cheio de muçulmanos. E a pressão psicológica que eles faziam? ‘Pode contar para a gente que seu passaporte foi roubado. Se você contar a verdade, a gente vai deixar você pelo menos ligar para a sua mãe. Caso contrário, você vai ficar presa aqui e não vai ver mais seus pais’. Até aquelas fotos eu cheguei a fazer. Como minha palavra ia valer? Eles tinham que investigar. Cinco horas depois, vem aquele povo e diz ‘Desculpa, senhora. Pode conhecer nosso país. Foi engano’”, contou. “A sensação de prisão quando você não deve nada é a pior coisa do mundo. Não queiram saber. Deus me livre”, concluiu.

Com informações do site: Diário vip