quinta-feira, 4 de novembro de 2021

Vídeo: bispa que viralizou com palavra chula durante pregação se explica


 
Foto: Reprodução

A pregação da bispa Juliana Oliveira viralizou nas redes sociais nos últimos dias. Em cima do púlpito ela abordou o tema traição e fofoca dentro da igreja e chamou a atenção pela palavra chula que utilizou. Homens que estavam atrás dela acompanhando a pregação ficaram com cara de assustados.

“O pastor tá comendo as meninas? Continua sendo meu marido”, afirmou Juliana Oliveira.


 

O vídeo passou a circular nas redes sociais e foi compartilhado por muita gente. Além da palavra chula, a bispa também tornou-se assunto por perdoar uma suposta traição.

Diante da repercussão e reação dos internautas, Juliana Oliveira gravou um vídeo explicando o ocorrido. Toda a fala dela, da pregação à explicação, pode ser vista no vídeo abaixo. Em sua defesa, Juliana diz que o vídeo que circula nas redes sociais foi editado.

A bispa afirmou que tiraram o vídeo do contexto e que as falas foram emendadas. Juliana também explicou que sua pregação era sobre a menina de Naamã. No meio da pregação, conta Juliana, ela deu testemunho. Juliana afirmou que há 12 anos, quando chegou à igreja onde está, ouviu de pessoas que seu casamento não daria certo.

Foi nesse contexto que ela disse a frase com palavra chula, como se outras pessoas estivessem chegando nela para fazer fofoca do marido e ela não acreditasse no que estava sendo dito. Juliana garantiu que não aceitaria nenhum tipo de traição. Ela e o marido estão juntos há 23 anos, sendo 19 de casados. A bispa definiu traição como comportamento presente em relacionamentos abusivos.


Com informações do site: i7news