terça-feira, 14 de dezembro de 2021

Consumidora descobre CPF com 2,3 mil “compras” em 48 horas concorrendo a sorteio


 
Foto: Reprodução
Após leitor denunciar que CPF (Cadastro de Pessoa Física) de desconhecido foi emitido em nota fiscal de compra feita por ele, em mercado da Capital, Luiza Costa da Cunha, de 40 anos, se lembrou que passou por situação parecida no mês passado em loja de materiais de construção.

Após leitor denunciar que CPF (Cadastro de Pessoa Física) de desconhecido foi emitido em nota fiscal de compra feita por ele, em mercado da Capital, Luiza Costa da Cunha, de 40 anos, se lembrou que passou por situação parecida no mês passado em loja de materiais de construção.

O Campo Grande News consultou o CPF emitido no cupom de Luiza pelo sistema on-line da Nota MS Premiada. Na busca é possível ver que, no mês passado, em apenas dois dias, 2.326 compras foram registradas  no Cadastro de Pessoa Física desconhecido para concorrer ao próximo sorteio, como se fosse possível uma só pessoa frequentar mais de 2 mil vezes comércios de Mato Grosso do Sul em 48 horas. Para o sorteio de janeiro, já há 1.110 notas geradas, sendo que só hoje,  até as 9h, foram vinculadas mais 31 compras a essa pessoa.


Em entrevista, a proprietária da loja de materiais de construção, que pediu para não ter o nome revelado,  disse estar surpresa com a denúncia recebida e irá apurar o ocorrido junto aos profissionais responsáveis pela contabilidade e setor jurídico, posteriormente pretendem registrar o boletim de ocorrência. Se constatado que o ato foi feito propositalmente, a pessoa responsável pela fraude será demitida. 

Marcelo Salomão, superintendente do Procon/MS, explica que essa prática fere os direitos do consumidor que efetuou a compra. Segundo ele, o comércio pode ser multado e autuado por fraude ao emitir a nota fiscal dos clientes com o CPF de terceiros no processo de compra, se comprovada má-fé.

Os consumidores podem denunciar atos como esse ao Procon/MS pelo WhatsApp (67) 99158-0088 ou pelo site do próprio órgão www.procon.ms.gov.br.

Como funciona? - Cada vez que uma nota é emitida com o CPF, automaticamente são impressas 8 dezenas no mesmo cupom e aquela pessoa passa a concorrer aos prêmios da Nota MS Premiada.

Todo mês, o governo sorteia R$ 300 mil. Deste valor, R$ 100 mil é dividido para os contribuintes que acertarem seis dezenas e R$ 200 mil ficam entre aqueles que fizeram a quina. O sorteio é feito uma vez por mês, levando em conta os números que saíram na Mega-Sena daquela semana.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.


Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Com informações do site: Campo Grande news