quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Com Covid-19, mulher fica 28 dias em coma, mas apresenta melhora após usar Viagra


 

Foto: Reprodução
Mônica Almeida tem 37 anos, é enfermeira e recebeu as duas doses da vacina contra Covid-19, mesmo assim apresentou os sintomas mais graves da doença após ser infectada pelo coronavírus. Como ela sofre asma, deduziu que teria sérios problemas de saúde quando testou positivo e não estava errada, pois ficou 28 dias em coma.

Ela contou que após testar positivo para Covid-19, depois de poucos dias perdeu o paladar e também o olfato, em seguida apresentou tosse com sangue e o nível de oxigênio caiu. Ao ser levada para o hospital, os médicos constataram que Mônica se encontrava em estado grave e ela foi internada, já sendo levada para a UTI.

O marido e os dois filhos também testaram positivos, mas felizmente não precisaram ser internados. Enquanto isso, Mônica lutava pela vida os pais delas foram avisados de que deveriam ir se despedir da filha, pois o estado dela era gravíssimo.

Mas para surpresa de todos, a paciente conseguiu se recuperar após ser medicada com Viagra. Antes da internação, a enfermeira aceitou ser cobaia de testes com medicamentos alternativos contra a doença e assinou um documento.

Os médicos, vendo a gravidade da situação, prescreveram Viagra para a paciente e com isso os pulmões dela apresentaram melhora nos dias seguintes, de acordo com os médicos. Mônica recebeu alta hospitalar a tempo de passar o Natal com a família e hoje se mostra agradecida a toda equipe do hospital que lhe ajudou a voltar à vida.

Mas ela ainda enfrenta várias sequelas, tem dificuldade para se locomover e precisa contar com a ajuda do marido até para se vestir, porém, segue em casa se cuidando. Os médicos deixaram claro que Mônica sobreviveu graças à vacina e mesmo ela recomenda que todos sejam imunizados para que o organismo esteja preparado para enfrentar o vírus.

Com informações do site: I7NEWS