quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Esta alteração na pele pode indicar que sofre de câncer de mama


 
Foto: Reprodução

Num artigo divulgado na publicação científica New England Journal of Medicine (NEJM), médicos na Índia explicaram o caso de um homem de 65 anos que se apresentou numa clínica de dermatologia em Jhajjar. O homem contou como havia experienciado um espessamento ou espécie de fibrose da pele sobre o lado esquerdo do seu peito e no braço esquerdo.

De acordo com o indivíduo, tal já estava a acontecer há sete meses - porém, não sentia qualquer dor. 

Os médicos examinaram o homem e descobriram que a pele do lado esquerdo do peito e do mamilo esquerdo era esclerótica. Fenômeno médico em que o tecido da pele endurece e aperta.

Mais ainda, os médicos encontraram múltiplos nódulos eritematosos no braço esquerdo e detectaram a presença de linfedema no braço esquerdo e linfadenopatia axilar no lado esquerdo. 

Nódulos eritematosos remetem para uma condição inflamatória e podem ser um sinal de câncer; e linfedema consiste no acúmulo de líquido em tecidos moles do corpo quando o sistema linfático está danificado ou bloqueado.

Linfadenopatia axilar refere-se a uma mudança nos gânglios linfáticos na axila.

Os especialistas fizeram uma biópsia de pele que mostrou a presença de um carcinoma metastático - um indicador significativamente sugestivo de um câncer de mama primário.

O câncer de mama primário ocorre quando o tumor ainda não se espalhou além do peito ou dos gânglios linfáticos (glândulas) sob o braço.

"O câncer de mama começa quando as células da mama começam a se dividir e crescer de forma anormal", escreveram os médicos. 

"O câncer de mama não é uma única doença e existem vários tipos". 

Os médicos atribuíram as questões de pele a um carcinoma 'en cuirasse', uma forma rara de metástase cutânea de tumor mamário que resulta numa fibrose extensa da pele e dos tecidos subcutâneos da parede torácica.

Os especialistas mencionaram: "o nome deriva da semelhança da condição com uma couraça de armadura". 

Posteriormente, o paciente foi encaminhado para a especialização de oncologia, tendo sido submetido a quimioterapia paliativa.

Carcinoma 'en cuirasse' (Cec), também é conhecido como carcinoma de 'Scirrhous'.

É uma forma rara de metástase cutânea de câncer de mama e, devido à raridade dos casos, os dados sobre este tipo de tumor ainda são limitados.

Tal pode torná-lo difícil de diagnosticar, pois muitas vezes pode ser confundido com outras condições da pele.


Com informações do site:  Noticias ao Minuto