quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

Mulher mantida em cativeiro é libertada em SP e suspeitos fogem


 



Foto: Reprodução

Uma mulher, de 62 anos, foi libertada na manhã desta quarta-feira (5) após ser sequestrada na região de Pirituba, zona norte de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, o sequestro ocorreu por volta das 21h30 desta terça-feira (4). Ela ficou cerca de oito horas mantida refém até ser liberada, mas suspeitos conseguiram fugir.

Segundo o repórter Bruno Piccinato, da Record TV, a vítima chegava em sua casa, na região de Freguesia do Ó, também na zona norte da capital, quando foi abordada pelos suspeitos.

Após fecharem o veículo da vítima, os suspeitos desceram e renderam a mulher, colocando-a dentro do carro da quadrilha e a levando para o cativeiro. O automóvel da vítima foi levado por um dos sequestradores e, até o momento, não foi encontrado.

A PM acredita que estão envolvidos no crime cerca de quatro criminosos. Até o momento ninguém foi detido.

Ainda de acordo com o repórter, as buscas pela vítima começaram após familiares desconfiarem de transações suspeitas que estavam sendo realizadas através dos aplicativos de bancos e cartões da mulher.

Preocupados com a mulher, os parentes se dirigiram até a Delegacia Antissequestro e registraram um boletim de ocorrência relatando o desaparecimento da mulher.

Com as informações, equipes da ROTA (Ronda Ostensiva Tobias Aguiar) iniciaram diligências e através do sistema de rastreio do celular da vítima e do registro de algumas compras feitas pela internet, a PM iniciou buscas pela região do bairro Parada de Taipas.

Por volta das 5h30, cerca de oito horas após o início do sequestro, as equipes avistaram um imóvel no qual havia um homem no telhado em atitude suspeita. Desconfiando de seu comportamento, os policiais decidiram invadir o imóvel.

Ao notarem a presença da PM, os suspeitos conseguiram fugir do local. Dentro da residência as equipes localizaram a vítima, ilesa, e a libertaram do sequestro. Segundo o repórter, a mulher não sofreu ferimentos físicos, mas está psicologicamente abalada.

Segundo a sala de imprensa da Polícia Militar, a vítima foi encontrada em uma casa na rua dos Pioneiros, altura do número 21, no bairro Vila Nova Cachoeirinha, zona norte de São Paulo.

Até o momento, a polícia contabilizou que o prejuízo sofrido pela mulher tenha sido de ao menos nove mil reais, quantia retirada de uma das contas da vítima. A Polícia Civil ainda irá levantar o total roubado, uma vez que os criminosos realizaram empréstimos em nome da mulher.

De acordo com o Capitão Guedes, porta-voz da Polícia Militar, a corporação tem realizado diversas prisões de integrantes de quadrilhas especializadas em sequestros Pix. Na madrugada desta quarta-feira (5), três criminosos foram presos por realizar o mesmo tipo de crime à outra vítima.

O caso está sendo apresentado no 74° DP (Parada de Taipas).

Com informações do site: Notícias R7