quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Pesquisa mostra que homens solteiros correm mais risco de perder a vida do que os casados


 


Foto: Reprodução

Na Universidade de Copenhague, pesquisadores realizaram uma pesquisa e chegaram à conclusão que os homens solteiros têm mais chance de morrer.

Para os estudiosos, o fato da pessoa encarar vários términos de relacionamento faz com que o indivíduo acabe ficando mais tempo sozinho e isto aumentaria a possibilidade de contrair alguma doença grave, entre elas o câncer e diabetes.

Para este estudo foram analisados os marcadores de saúde de 3.170 homens e 1.442 mulheres, todos com idade entre 48 e 62 anos. A pesquisa levou em consideração principalmente o número de vezes em que cada voluntário terminou um relacionamento e também por quanto tempo esteve sozinho.

Ao analisarem os resultados, os pesquisadores concluíram que os homens que tiveram um maior número de fim de relacionamento, apresentavam níveis de inflamação sanguínea 17% maior do que aqueles que ficaram menos tempo sozinhos na vida.

E os homens que ficaram mais de sete anos solteiros, apresentaram níveis de inflamação sanguínea 12% mais alto. O estudo mostra que a longo prazo, essas pessoas acabam tendo maior risco de morrer, já que esse tipo de inflamação pode ter grande peso na qualidade de vida futuramente, resultando em um câncer, diabetes do tipo 2, ou doenças cardiovasculares.

A dica dos pesquisadores é que as pessoas não fiquem tanto tempo sozinhas, fechadas em suas casas, que deixem de lado as redes sociais e procurem fazer mais atividade física, ou em caso de depressão, procurar ajuda de um profissional especializado.

Com informações do site: 1news